Crise

Por causa dos ilusionistas é que hoje em dia muita gente acredita que poesia é truque...

Mario Quintana - Sapato Florido, 1948.

sábado, 3 de março de 2012

CONSTRUÇÃO

(Cena do Filme 'Your Highness', Natalie Portman)

Começo a juntar,
em claro mosaico,
a fome e a força
flecha e arco.

Pareço fundar,
em cabo laico,
a dor e a cor
estrela e dardo.

Estudo o lugar,
um fácil alvo,
a forma e o verde
escala e verbo.


Jairo De Britto, em “Dunas de Marfim”

2 comentários:

  1. Lindos poemas e ricamente acompanhados das mais belas imagens. Só um grande poeta e uma pessoa de tanto bom gosto quanto vc para fazer esse "casamento" bjos

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querida Regina Helena, sem ti e tua arte maravilhosa, esse blog não existiria! Vc é uma benção em nossas vidas, muito grata, Beijos.

    ResponderExcluir