Crise

Por causa dos ilusionistas é que hoje em dia muita gente acredita que poesia é truque...

Mario Quintana - Sapato Florido, 1948.

quarta-feira, 14 de março de 2012

BUSCA MARÍNTIMA

(Painting by Albert Bierstadt)

Encontrar no mar
todas as datas do ontem.
Como tartarugas
que sabem a sal e vento.

Encontrar no mar
todas as forças do homem.
Como bois
que lambem catarinas em farras.

Encontrar no mar
todas as favas do céu.
Como pássaros
que abrem asas vadias em centos.

Encontrar no mar
todas as algas do amor.
Como almas
que cobram presentes palavras.


Jairo De Britto, em "Dunas de Marfim"

Nenhum comentário:

Postar um comentário